ENBRIDGE AINDA OPERA A LINHA 5 ENQUANTO ESPERA AUTORIZAÇÃO PARA CONSTRUIR OLEODUTO DENTRO DO TÚNEL SOB O LAGO DE MICHIGAN

mapa-4Ainda está sem uma solução definitiva a construção de uma nova Linha 5 sob sete quilômetros do lago de Michigan, entre os Estados Unidos o Canadá. Depois de ter sido atingido por uma âncora de uma embarcação do ano passado a linha ameaçou romper, o que causaria um grande dano ambiental ao lago que abastece de água uma comunidade de milhões de pessoas em várias cidades dos dois países. Todos os dias, quase 23 milhões de galões de óleo fluem por meio de dois dutos antigos no coração dos Grandes Lagos, a apenas 2,4 km da famosa Ponte Mackinac. Construídos durante a administração Eisenhower em 1953, os dois oleodutos da Linha 5, de 20 polegadas de diâmetro, de propriedade da empresa canadense Enbridge, ficaram expostos na parte inferior do Estreito de Mackinac – um movimentado canal de navegação.

Os oleodutos da Enbridge, que se estendem por cerca de 300 metros um do outro no fundo do Estreito há mais de seis décadas. A Enbridge instalou várias estruturas demapa 3 suporte sob os oleodutos em 2006 e novamente em 2010 e 2018, após o derramamento de óleo da empresa no rio Kalamazoo – o maior derramamento de óleo em terra já feito no país. Agora, centenas de suportes elevam seus 7 quilômetros sob o lago.  Funcionários da Enbridge disseram que oleodutos com manutenção adequada podem durar indefinidamente, mas o histórico da empresa de grandes vazamentos em Michigan e na América do Norte prova o contrário. Hoje, grande parte do óleo que flui pelos oleodutos da Linha 5 (90 a 95%) vem do Canadá e toma um atalho através de Michigan e do Estreito de Mackinac antes de cruzar de volta para o Canadá perto de Port Huron.

Governadora de Michigan: de olho nas próximas eleições

Governadora de Michigan: de olho nas próximas eleições

A Governadora de Michigan, Gretchen Whitmer(foto a esquerda) já determinou a suspensão das atividades da Linha 5, que tem sido desrespeitada pela empresa canadense. Os oleodutos do Estreito de Mackinac atravessam uma das áreas mais ecologicamente sensíveis do mundo. Os Grandes Lagos abrigam 21% da água doce de superfície do mundo. A área intocada do Estreito suporta pescarias abundantes, fornece água potável para milhares de pessoas e ancora uma próspera indústria do turismo com a histórica e bela Ilha Mackinac bem no centro de tudo. Esta área é a definição de Pure Michigan .

Após uma revisão de 18 meses da servidão que permitiu a Enbridge ocupar as terras baixas dos Grandes Lagos para seus oleodutos, o Departamento de Recursos Naturais encontrou várias violações.   A procuradora-geral dana, Dana Nessel(foto a direita) entrou com uma ação legal no Tribunal do Circuito de Ingham em nome de Whitmer para forçar o fechamento. A Enbridge teve 180 dias (até 12 de maio de 2021) para providenciar um desligamento ordenado e o estado para garantir uma transição para a pequena quantidade de propano que este gasoduto fornece para Michigan (1/2 de 1% do volume transportado pela Linha 5.  A Enbridge prontamente entrou com uma ação federal contestando a ordem de paralisação.

A empresa espera um OK definitivo para iniciar a construção da alternativa que deu para as autoridades norte-americanas e canadenses: a construção de um túnel, 30 metros  abaixo do leito do lago onde passará pelo menos uma linha deste duto. Até agora, no entanto, ainda não se bateu o martelo para o início da obra, que terá a participação brasileira da Liderroll.

A Enbridge I possui e opera um grande sistema de dutos que transportam produtos de petróleo e fluidos de gás natural para refinarias em vários destinos, incluindo Texas e outros estados dos Estados Unidos  e em toda a América do Norte, e para exportação no exterior. Este óleo cru é um produto bruto que se transforma em gasolina e outros combustíveis de transporte. A Linha 5 da Enbridge é um oleoduto de petróleo de quase 1.200 quilômetros milhas que faz parte do Enbridge Lakehead System. A Linha 5 transporta óleo de Superior, Wisconsin, através da Península Superior de Michigan, através do norte de Michigan, até a região do mapa 2polegar, e sob o Rio St. Clair para Sarnia, Ontário. Ao longo do caminho, o gasoduto atravessa o Estreito de Mackinac, 400 rios, riachos e pântanos. No norte de Michigan, ele atravessa quase 16 quilômetros de pântanos e corre ao lado de muitos de nossos lagos interiores cintilantes. A linha 5 tem 30 polegadas de diâmetro, exceto quando cruza o Estreito de Mackinac, onde se divide em dois tubos de 20 polegadas que ficam a cerca de 300 metros de distância. A construção foi concluída em 1953, e os dutos gêmeos sob o Estreito agora transportam aproximadamente 540.000 barris, ou 22,7 milhões de galões, de óleo e gás natural líquidos por dia.

Além da Linha 5, o sistema Enbridge Lakehead inclui outros oleodutos que passam por produtos de petróleo na região dos Grandes Lagos. Este sistema de dutos é o principal transportador de petróleo bruto do oeste do Canadá para os Estados Unidos, com aproximadamente 9 mil quilômetros de dutos e 60 estações de bombeamento atendendo todas as principais refinarias nos Grandes Lagos, Meio-Oeste e Ontário. Nos últimos anos, com a explosão da produção de óleo de areias betuminosas no Canadá e de petróleo bruto na Dakota do Norte, houve um aumento dramático no número de novos oleodutos propostos para transportar esse combustível para refinarias e terminais de exportação costeiros.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of