EQUINOR RENOVA CONTRATO DE SONDAS E FIRMA ACORDO ESTRATÉGICO COM A TRANSOCEAN

Erik G. Kirkemo e Mette H. Ottøy, da Equinor, e Knut Vavik e Keelan Adamson, da Transocean

Erik G. Kirkemo e Mette H. Ottøy, da Equinor, com Knut Vavik e Keelan Adamson, da Transocean

A petroleira norueguesa Equinor renovou os contratos das sondas Transocean Incentive e Transocean Enabler, ambas de propriedade da Transocean. As embarcações têm contratos de oito anos com a Equinor que expiram em 1º de dezembro de 2023 e 1º de abril de 2024, respectivamente. Essa será a primeira extensão do contrato desde que as sondas foram construídas.

O programa de perfuração da sonda Transocean Incentive no Mar da Noruega consiste em nove poços a serem perfurados nos campos de Tyrihans, Verdande, Andvare e Vigdis, localizados na área de Tampen, no Mar do Norte, ao custo de cerca de US$ 191 milhões. O cronograma de atividades também inclui poços exploratórios, adicionando eventualmente mais seis poços. A campanha de perfuração deve começar em 1º de dezembro.

Transocean-Enabler-rig-Credit-Jan-Arne-Wold-Equinor-1536x768Enquanto isso, no campo Johan Castberg, a Transocean Enabler terá um programa fixo de perfuração de 19 poços e outros oito poços opcionais. O valor total do contrato é estimado em US$ 415 milhões, sendo a parte fixa responsável por US$ 295 milhões. O novo contrato entrará em vigor entre 1º de abril e 1º de julho de 2024. Os contratos das sondas incluem serviços de perfuração, como operação de revestimento, tratamento de águas residuais e dois veículos operados remotamente (ROVs).

A Equinor e a Transocean também assinaram um acordo de colaboração estratégica que visa impulsionar melhorias em tecnologia e inovação relacionadas à segurança, eficiência e emissões de gases de efeito estufa.

Temos o prazer de assinar um acordo de colaboração estratégica com a Transocean, que é um dos nossos maiores fornecedores de plataformas. Isso reflete nossa percepção da Transocean como um dos principais contribuintes para nossa capacidade de realizar nossas ambições offshore também nos próximos anos”, disse a diretora de compras da Equinor, Mette H. Ottøy.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of