GERDAU GRAPHENE ASSINA CONTRATO PARA DESENVOLVER MATERIAIS AVANÇADOS DE GRAFENO COM A EMBRAPII/SENAI-SP

correaA Gerdau Graphene e a Embrapii/Senai-SP assinaram um contrato de parceria para desenvolver materiais avançados de masterbatches com grafeno em resinas termoplásticas. Localizada dentro do SENAI Mario Amato, em São Bernardo do Campo (SP), a unidade compõe um centro voltado a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação  credenciado pela EMBRAPII (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), uma referência no estado de São Paulo. O projeto é a terceira frente de pesquisa da Gerdau Graphene, que possui um posto avançado no Centro de Inovação de Engenharia de Grafeno (GEIC) da Universidade de Manchester, no Reino Unido, e um recente centro tecnológico de aplicação industrial em parceria com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), em São Paulo. Com o SENAI, o objetivo é explorar o grande potencial do grafeno em resinas poliméricas, um dos principais campos de aplicação do nanomaterial. A partir da tecnologia desenvolvida pelo GEIC, a parceria trabalhará em fórmulas de dispersão e para aplicações industriais. Os desenvolvimentos terão foco em resinas virgens, pós-industriais e PCRs nos polímeros PE, PP, PVC, PA, ABS, PS, PC, entre outros.

As características do grafeno (altíssima área superficial, baixa densidade, alta razão de aspecto, alta propriedade mecânica, elétrica e térmica e boa compatibilidade comgerdau diversas matrizes poliméricas)  têm potencial de revolucionar o setor, com aplicações em diferentes segmentos da indústria de plástico: embalagens rígidas e flexíveis, peças técnicas, eletrodomésticos, indústria automobilística e aeroespacial, entre outros. A tecnologia atua em duas frentes: menor utilização de material para produção e potencialização da utilização de materiais recicláveis, ambas com ganho na resistência e na sustentabilidade. Além da melhoria das propriedades físico mecânicas, o material confere ainda propriedades de barreira, proteção a intempéries, oxidação e UV, e aumento de condutividade elétrica e térmica.

Seremos referência em produtos de grafeno em escala industrial no Brasil e no mundo e, para isso, estamos criando uma rede de centros de pesquisa, um ecossistema de desenvolvimento do material e de sua aplicação”, disse Alexandre de Toledo Corrêa (foto principal), diretor-geral da Gerdau Graphene. “O SENAI, por sua expertise em polímeros, é um forte parceiro nesse sentido e constitui mais um passo para se transformar ciência em aplicação, produzindo conhecimento, capacitando pesquisadores e construindo soluções junto à indústria nacional. Os primeiros produtos estarão no mercado ainda no primeiro trimestre de 2022 e teremos entregas de pesquisas com esta parceria a cada seis meses”, completou.

gustavoGustavo Spina Gaudencio de Almeida (foto à direita), Coordenador de Tecnologia do Instituto SENAI de Inovação em Materiais Avançados e Nanocompósitos, diz que a unidade EMBRAPII SENAI/SP – Materiais Avançados faz parte da Rede de Institutos SENAI de Inovação e da Rede EMBRAPII/MCTI Grafeno, desenvolvendo pesquisa aplicada em Materiais Avançados, com amplo foco em grafeno, para uso em diferentes matrizes e aplicações. “A Gerdau Graphene e o SENAI estão neste projeto para alavancar o uso do grafeno na indústria brasileira, aumentando seu nível de competitividade frente às oportunidades decorrentes dessa macrotendência mundial. A parceria firmada no final de 2021, proporciona grande oportunidade de desenvolver novos materiais, especificamente masterbatches para uso em polímeros de grande aplicaçãomario amato industrial, ressaltando a relevância do grafeno para o mercado”, afirmou.

Com menos de um ano de existência, a Gerdau Graphene já atua como integrador de toda a cadeia do grafeno, através de empresas, fornecedores, investidores, cientistas, potenciais clientes e órgãos públicos, para tornar este nanomaterial em uma realidade nos mais diversos processos industriais. Além da tecnologia, a empresa trabalha com foco  em sustentabilidade. A Gerdau Graphene faz parte do portfólio de empresas da Gerdau Next, divisão de novos negócios da Gerdau que tem como missão diversificar o portfólio da multinacional brasileira com negócios adjacentes ao aço. Além de polímeros, atua também em produtos para construção civil, lubrificantes, elastômeros e tintas.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of