APÓS INVASÃO EM BRASÍLIA, GOVERNO DO RIO REFORÇA SEGURANÇA NA REDUC, NO TERMINAL DE CABIÚNAS E NO POLO GASLUB | Petronotícias





APÓS INVASÃO EM BRASÍLIA, GOVERNO DO RIO REFORÇA SEGURANÇA NA REDUC, NO TERMINAL DE CABIÚNAS E NO POLO GASLUB

FmB8DA-XkAA7PBs

Policiamento em frente à Reduc

A invasão e a depredação na Praça dos Três Poderes, em Brasília, respinga no setor de óleo e gás. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro está reforçando a segurança nos arredores da Refinaria Duque de Caxias (Reduc). Pelo menos seis viaturas, uma ambulância e cavalaria fazem o patrulhamento do complexo. Como noticiamos, alguns apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro realizaram protestos durante o final de semana em frente a duas refinarias da Petrobrás – Refap, no Rio Grande do Sul e Revap, em São Paulo. Nesses dois protestos, não foram registrados incidentes.

A PM do Rio também informou que policiais estão posicionados na Rodovia Amaral Peixoto, em frente à Petrobrás, no Pólo Industrial Cabiúnas, na cidade de Macaé. Além disso, há também um reforço no policiamento no entorno do Polo Gaslub Itaboraí (o antigo Comperj).

RAFAELEm seu perfil no LinkedIn, o diretor de relacionamento institucional e sustentabilidade da Petrobrás, Rafael Chaves (foto à direita), declarou que a operação das refinarias da Petrobrás segue normalmente. “Meu agradecimento aos órgãos de segurança pública pela parceria, à gerência executiva de inteligência e segurança corporativa, e a todo time Petrobras que trabalha 24 por 7 para entregar os bens e serviços de primeira necessidade em várias regiões do país”, escreveu.

O Ministério de Minas e Energia (MME), em articulação com as entidades vinculadas, declarou que tem garantido a normalidade do abastecimento nacional de combustíveis e o funcionamento adequado de refinarias, terminais e bases de distribuição. “Além de monitorar o status de protestos nessas estruturas, seguimos atentos e em articulação com outras Pastas e Estados para assegurar o suprimento”, acrescentou a pasta.

Policiais em frente ao Terminal de Cabiúnas, em Macaé (RJ)

Policiais também reforçam a segurança do Terminal de Cabiúnas, em Macaé (RJ)

Ontem (8), a Federação Única dos Petroleiros (FUP) entrou em contato com o serviço de inteligência e segurança corporativa da Petrobrás e alertou para possíveis ataques às refinarias da estatal em todo o país.

Estes possíveis atos podem colocar em risco os ativos da Petrobrás, a integridade física dos trabalhadores destas unidades assim como o entorno destes ativos e comprometer o fornecimento de combustíveis para a população”, alertou a FUP.

Por isso, a federação declarou que entende ser fundamental que a empresa se prepare e acione todos os meios necessários para garantir a segurança dos trabalhadores e das unidades produtivas da empresa e o abastecimento dos mercados.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of