GOVERNO REVOGA DIRETRIZES PARA VENDA DE REFINARIAS DA PETROBRÁS E INDICA INTERESSE EM AMPLIAR PRODUÇÃO DE DERIVADOS

Alexandre Silveira, Lula e Geraldo Alckmin na reunião do CNPE desta sexta-feira

Alexandre Silveira, Lula e Geraldo Alckmin na reunião do CNPE desta sexta-feira

A reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) desta sexta-feira (17) trouxe um novo rumo para a política de refino do Brasil. O colegiado revogou uma resolução que estabelecia diretrizes para o processo de desinvestimento de ativos de refino no Brasil. Na prática, isso significa o fim do programa de venda de refinarias da Petrobrás.

Para lembrar, a estatal já conseguiu fechar a venda de três refinarias: Mataripe, antiga Rlam, na Bahia; Isaac Sabbá (Reman), no Amazonas; e a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná. A empresa ainda assinou a venda da Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), mas o negócio ainda não chegou à fase de fechamento. Além disso, a Petrobrás também tentou vender ainda a Regap, em Minas Gerais; a Repar, no Paraná; a Refap, no Rio Grande do Sul; e a Rnest, em Pernambuco. Contudo, nenhum desses processos foi adiante.

O Ministério de Minas e Energia (MME) anunciou hoje que a ampliação da produção de derivados de petróleo no país e a expansão da infraestrutura para garantia do abastecimento nacional são diretrizes estratégicas estabelecidas pelo CNPE para o desenvolvimento do mercado doméstico. “Seja pelo estímulo à maior utilização da capacidade instalada de refino, seja pela ampliação do parque de refino nacional, o foco agora é na segurança energética, manifestada por meio da busca pela redução da vulnerabilidade externa no suprimento de derivados”, afirmou o ministro Alexandre Silveira.

O parque de refino nacional é composto por dezenove refinarias que têm capacidade de processamento de cerca de 2,4 milhões de barris de petróleo por dia. “O Conselho constata oportunidades de investimento em modernização e ampliação das refinarias com a mudança da Política Energética Nacional, visando a garantia do abastecimento e a proteção dos interesses do consumidor brasileiro quanto a preço, qualidade e oferta de combustíveis, objetivos consagrados da Política Energética Nacional”, declarou o MME.

PPSA VAI ESTUDAR CELEBRAÇÃO DE CONTRATOS PARA REFINO DE PETRÓLEO DA UNIÃO

Refinaria-da-Petrobras-Fonte-Frota-e-CiaO CNPE determinou ainda que a Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA) comece a realizar estudos sobre viabilidade técnica e econômica de mecanismos para priorizar o abastecimento nacional de combustíveis derivados de petróleo. A ideia é que a estatal celebre contratos, representando a União, para refino e beneficiamento de petróleo, de gás natural e de outros hidrocarbonetos fluidos, advindos dos contratos de partilha de produção. Atualmente, todo o petróleo da União é vendido em sua forma bruta. Os estudos serão realizados dentro de 180 dias.

Queremos que o petróleo e o gás natural da União, provenientes dos contratos de partilha de produção, promovam a industrialização do Brasil e garantam a segurança no abastecimento nacional de energia, insumos petrolíferos, dos fertilizantes nitrogenados e de outros produtos químicos, reduzindo a dependência externa, e valorizando o conteúdo local. As nossas empresas precisam priorizar o abastecimento nacional. É isso que vamos buscar”, comentou Silveira.

22
Deixe seu comentário

avatar
18 Comment threads
4 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
21 Comment authors
João Roberto coelho netoTarcisioWagner Almeida da FonsecaMicheleOrlando fraga Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Irineo Costa machado
Visitante
Irineo Costa machado

Finalmente uma decisão de suma importância para o futuro do Brasil e para os Brasileiros. Investir em valorizar o produto bruto, dando valor a ele, sendo produtos de petróleo, da agricultura ou da pecuária, etc. Também precisamos produzir os nossos próprios insumos de fertilizante para a agricultura, além de insumos para vacinas, entre muitos outros. Não podemos depender da boa vontade de outros países para manter a regularidade da produção estratégica para o desenvolvimento futuro.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Concordo plenamente. Mas espero que dessa vez finalizem o projeto e sem corrupção. 16 anos de governo do PT e não ficamos autossuficiente em derivados, devido a incompetência e corrupção. 4 anos do Bozo e sendo entregue pra iniciativa privada que só que explorar. A Bahia está sofrendo com umas das gasolinas mais cara do Brasil por causa da venda da refinaria pros Árabes. São Paulo 4,98 gasolina na Bahia 5,98. Novo voto de confiança que o povo deu pro PT espero que dessa façam o que tem que fazer. 4 anos é mais do que suficiente.

Tarcisio
Visitante
Tarcisio

Tu espera mesmo que isso vai ser finalizado??? Tu ainda acredita nesse partido cancerígeno nesse velho ditador ladrão ???. Tenho certeza que nada disso vai evoluir 16 anos não fez , vai fazer em 4 tivemos várias opções que talvez podesse e conseguisse fazer , mas preferiram por tudo de volta na mão do ladrão, fica uma dica, quem foi rainha nuca perde a magestade , , é só o que ele sabe fazer corromper nuca vai mudar

Antonio
Visitante
Antonio

E o governo do Lula, atendendo a interesses coorporativos dos sindicatos e CUT. Isto não vai dar certo, de novo!

Orlando fraga
Visitante
Orlando fraga

Concordo plenamente com o Irineu … é certo que temos que buscar investir nesse segmento! “É só lembrar a passagem bíblica dos 03 talentos” !!! O governo anterior, primou pela incompetência e irresponsabilidade em todos os níveis !

César Hul
Visitante
César Hul

Que ótima notícia, é mais emprego, é mais autonomia, as empresas estrangeiras só querem ter lucros exorbitantes nas costas do nosso povo… Vai Brasil…

Helton
Visitante
Helton

Quando se deixa de exportar petróleo cru para refinar no Brasil, aumenta o valor agregado, aumenta os empregos no Brasil, aumenta a cadeia de indústrias para apoiar refino, …

A volta da lei de *conteúdo local* (garante que uma porcentagem de tudo que a empresa compra seja produzida no Brasil) pode alavancar a indústria naval de novo e outras indústrias gerando milhares de empregos aqui.

Isto é, exemplicando, ao invés de comprar uma plataforma ou navio plataforma e seus componentes produzidos na China, Singapura, … serão produzidos no Brasil gerando empresas e empregos aqui.

Helton
Visitante
Helton

O abandono do conteúdo local tinha sido efetivado após o golpe contra Dilma com a lava jato destruído a indústria nacional e perda de milhares de empregos. Coincidentemente os EUA, que estavam com uma taxa de desemprego aumentada, chegou ao pleno emprego com o aumentou das importações de derivados (gasolina, diesel, ..) e nós que estávamos no pleno emprego passamos para uma taxa de 14% de desemprego. Nesse período de Temer a lei que destinava parte do lucro do pré-sal para saúde e educação foi revogada e as petroleiras estrangeiras ganharam isenção ambiental de 1 trilhão para explorar petróleo no… Read more »

Geraldo
Visitante
Geraldo

Tenho 56 anos e sempre citona importância de se ter uma estratégia como nação…que só vi iniciar pelo Lula depois desmantelaram…e agora voltando…isto teria que estar definido com ação estatégica na constituição como lei pétrea, só sendo possivel mudar com nova constituição. Fizeram um estrago na peteibras nis últimos 6 anos…espero q se corriga a tempo. Muito b9a a decisão, precisamos ser independentes em todas as áreas..somos uma grande nação…não podemos continuar sendo colônia americana

Angelo
Visitante
Angelo

O mundo briga por energia, o Brasil tem as doa para agradar interesses escusos, porque os preços pagos estão a quem da realidade, e de quebra, essas multinacionais ganham isenção de impostos, enquanto somos massacrados.
Precisamos deixar de ser o quintal das grandes potências !

Paulo Barcelos
Visitante
Paulo Barcelos

A farra de vender refinaria a preço de banana ? e ganhar jóias e outros presentinhos caros acabou , temos condições de acabar com a dependência de importação de derivados de petróleo no Brasil

Paulo Júnior da Silva
Visitante
Paulo Júnior da Silva

Essa reportagem é de gente bolsonarista, porque diz que não encontrou comprador se referindo a refinarias muito facas, a reportagem não cita o caso de Camaçari que valia mais de U$4 bilhões de dólares, e Bolsonaro vendeu por R$1,2 bilhões, deu de presente
No mais Lula está certo

Júlio CD Santos
Visitante
Júlio CD Santos

Muito bem!
Desde que sigam sem sair dos trilhos .
Estamos na expectativa de modo positivo.

Augusto Cesar de Oliveira Rosa
Visitante
Augusto Cesar de Oliveira Rosa

Parabéns para o nosso governo.. isso se chama o verdadeiro patriotismo.. enquanto aquele merda Bolsonaro estava entregando nossas riquezas aos gringos, Lula está agindo ao contrário..