GRUPO EDSON QUEIROZ TEM UM CRESCIMENTO EXPRESSIVO E UM EBTIDA DE R$ 1,2 BILHÃO EM 2023 | Petronotícias





GRUPO EDSON QUEIROZ TEM UM CRESCIMENTO EXPRESSIVO E UM EBTIDA DE R$ 1,2 BILHÃO EM 2023

rotelaO Grupo Edson Queiroz (GEQ) apresentou R$ 1,2 bilhão em EBITDA em 2023, resultado que representa um avanço significativo de 25% em comparação a 2022. A empresa diz que esse resultado foi fruto de uma gestão eficaz e de estratégias de mercado bem-sucedidas em todas as operações do Grupo. A receita bruta da holding multissetorial, detentora das empresas Nacional Gás, Esmaltec, Minalba Brasil, e Sistema Verdes Mares (SVM), foi de R$ 12,2 bilhões. Todas as empresas performaram de forma positiva e foram geradoras de caixa, mantendo o Grupo sem dívida líquida. O GEQ também tem investido em áreas estruturantes como logística, tecnologia da informação, recursos humanos, e em parcerias importantes, buscando sustentar seu crescimento contínuo, como explicou Carlos Rotella, presidente-executivo do GEQ: “O Grupo tem passado por diversas mudanças nos últimos anos, buscando sempre obter ganhos de eficiência nas operações e aprimorar seus processos internos. Entendemos que a evolução começa de dentro para fora, e por isso também temos dedicado especial atenção aos temas que envolvem pessoas, cultura corporativa e inovação.”

Em 2023 houve uma redução do preço do GLP nas refinarias de 30%. A operação da Nacional Gás nesse período se manteve estável atendendo o mercado semqg suape intercorrências. Essa solidez é fruto de investimentos em otimização de operação e inovação digital para aprimoramento na experiência dos revendedores. Para 2024, a empresa planeja ampliar e fortalecer sua atuação no segmento empresarial, além da modernização de suas principais bases de ativos.

Já a Minalba Brasil, líder em seu segmento de mercado, realizou investimentos em suas unidades fabris de Campos do Jordão e Águas de Santa Bárbara, em São Paulo; no lançamento das latas inclusivas, como a primeira lata com inscritos em braile, e seu primeiro produto social em parceria com a ONG Gerando Falcões. Também promoveu a ampliação do seu portfólio exclusivo de marcas importadas com a chegada das novas embalagens de Perrier, S. Pellegrino e Acqua Panna, e aumentou suas ativações de marca, com sua primeira promoção nacional e primeira Corrida de Rua. “Em 2024, a Minalba Brasil segue em sua jornada de estruturação logística, se posicionando como gestora de marcas. Além de ampliar suas parcerias estratégicas com grandes players, visando expandir ainda mais sua abrangência nacional,” disse a empresa em seu comunicado.

nova marcaPara os setores de linha branca e varejo, 2023 foi um ano desafiador e mesmo com esse cenário, a Esmaltec manteve seu resultado estável, que demonstra uma gestão financeira responsável e sustentável. Este ano a empresa prevê investimentos em sua fábrica de Maracanaú, no Ceará, além do lançamento de novos produtos, especialmente com alta eficiência energética. Já o SVM destacou-se na produção de conteúdos e na comercialização integrada de seus produtos. Desenvolveu programas para veiculação nacional para a rede Globo, empresa a qual é afiliada no Ceará. Também investiu em tecnologia e digitalização, além da conversão da Rádio Verdes Mares, Verdinha, líder em audiência no Ceará, para o sistema FM. Outro destaque foi no reconhecimento por meio de premiações de grande relevância que deram visibilidade a capacidade de produção de conteúdo do sistema, bem como o reforço e o lançamento de projetos voltados para meio ambiente e sociedade, como Mares ao Mar, Projeto Elas e Terra de Sabidos. Em 2024, o SVM estrutura um projeto visando a evolução do digital geograficamente no Nordeste.

Os resultados alcançados também foram impulsionados por investimentos diversificados, nas áreas de recursos humanos, supply chain e tecnologia da informação. Oagua GEQ consolidou seu posicionamento como marca empregadora em nível nacional, atraindo novos talentos, o que promoveu o fortalecimento do quadro de liderança e ampliação do programa de trainee, oferecendo oportunidades para jovens de todo Brasil; além da expansão de um programa de qualidade de vida voltado ao bem-estar de nossos colaboradores. Em 2023, por produtoster uma logística cuja frota supera 1.000 caminhões, adotou uma Torre de Controle Logístico promovendo inovação, agilidade, redução de custos e melhoria no atendimento do cliente. Outro marco importante para a conglomerado a ser ressaltado nesse início de 2024 é a formação da OTGN, uma joint venture entre GEQ, Oiltanking e Copa Energia, responsável pelo desenvolvimento, construção e operação de um terminal para armazenamento refrigerado de gás liquefeito de petróleo (GLP), em Porto de Suape, cujo investimento estimado é de R$ 1,2 bilhão, com previsão de início de operação em 2027.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of