GRUPO EQUATORIAL E GERA MARANHÃO FINANCIAM ESTUDOS SOBRE ENERGIA RENOVÁVEL NO ESTADO

dededdededO Grupo Equatorial assinou um termo de cooperação para realização do projeto P&D EoSolar, com pesquisa inédita que se propõe a desenvolver metodologias de estudos inovadoras dos potenciais de geração de energia solar e eólica no estado do Maranhão, com o objetivo de abrir portas para novos empreendimentos em energia na região e fomentar a economia local. O projeto, que terá duração de 30 meses, e será financiado pelo Grupo Equatorial Energia e pela Gera Maranhão, com recursos do programa de Pesquisa e Desenvolvimento da ANEEL. O EoSolar visa contribuir para construção de soluções tecnológicas que atendam ao desafio da energia sustentável, diversificando a matriz de energia renovável do Brasil. O potencial energético eólico e solar do Maranhão, principalmente na região de Barreirinhas e Atins e nas partes mais continentais, sempre foi destaque no setor e, agora, essa parceria pretende colocar o estado qaqqaqanos holofotes de mais investidores e empreendedores do setor elétrico, alinhado com as tendências de grandes investimentos em fontes renováveis de energia elétrica em todo o mundo.

Para o presidente do Grupo Equatorial, Augusto Miranda (foto principal), os estudos e pesquisas serão fundamentais para a produção de um atlas eólico e solar do estado: “As características climáticas do MA, com índices altos de radiação solar, a força dos ventos, os benefícios ambientais, entre tantos outros ganhos estão entre os principais motivos para termos a certeza de que a opção por energia renovável é um caminho sem volta. Por isso, nossos investimentos em pesquisas e empreendimentos no ramo das energias limpas vêm somar a uma necessidade crescente de empreendedores com visão sustentável. Buscando tecnologias econômicas e renováveis, o projeto EoSolar trará diversos benefícios para o Grupo, clientes, governo e xcsxcsxxsociedade”.

Durante o evento de assinatura do acordo, o Presidente da Equatorial Maranhão, Augusto Dantas (foto à esquerda), afirmou que desde 2004 a distribuidora vem trabalhando na universalização da energia elétrica em todo o Maranhão e destacou os investimentos da empresa ao longo destes últimos 16 anos.: “Mais de 99% do território do estado possui energia elétrica, mas precisamos olhar para o futuro, por isso entendemos que o caminho é a inovação e a cultura de alta performance.

Para o Diretor da ANEEL, Sandoval Feitosa (foto à direita), esse projeto tem um grande potencial para transformar o estado: “O Maranhão tem riquezas belíssimas e muitas delas poderão ser transformadas em geração de emprego e renda, e consequentemente a vida das pessoas, já que esse é um projeto muito peculiar que sai do campo acadêmico e vai para uma aplicação prática, certamente muito bem conduzido pelas instituições diretamente dwddwwddffenvolvidas”.

o EoSolar propõe avanços inéditos, no Brasil, em temas como: implicações da rugosidade aerodinâmica de superfície e da turbulência mecânica e térmica para o dimensionamento do aproveitamento eólico; implicações dos jatos de baixo nível para o aproveitamento eólico; caracterização do efeito lente promovido por nuvens nas bordas e implicações para o aproveitamento solar. Assim, o projeto propõe a análise e modelagem dos processos termodinâmicos, micrometeorológicos e aerodinâmicos locais permitindo a incorporação de aspectos até então negligenciados e que têm sido reconhecidos como importantes para uma diminuição de incertezas e riscos inerentes a empreendimentos de geração de energia elétrica.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of