INB VAI INAUGURAR NOVOS EQUIPAMENTOS QUE AMPLIARÃO SUA PRODUÇÃO DE URÂNIO ENRIQUECIDO

Foto-fábrica-enriquecimentoA produção brasileira de urânio enriquecido ganhará um novo salto na próxima sexta-feira (26). A Indústrias Nucleares do Brasil (INB) vai inaugurar a nona cascata de ultracentrífugas de sua Fábrica de Combustível Nuclear (FCN), em Resende (RJ). Assim, a estatal diminuirá um pouco mais a dependência de contratação do serviço de enriquecimento isotópico no exterior. Com a entrada em operação da nova cascata, a INB será capaz de atender 65% da demanda das recargas anuais de Angra 1 (aumento de 5 pontos percentuais em comparação com o nível atual).

O investimento para a construção da nova cascata foi de R$ 54 milhões. O projeto faz parte da primeira fase da implantação da Usina de Enriquecimento Isotópico de Urânio da INB – um empreendimento em parceria com a Marinha do Brasil. Nessa primeira etapa, o objetivo é a instalação de dez cascatas de ultracentrífugas na FCN – o que deve acontecer até 2023.

Com as dez cascatas em operação, a INB poderá atender 70% da demanda anual necessária para o abastecimento de Angra 1. A tecnologia de enriquecimento do urânio pelo processo da ultracentrifugação foi desenvolvida totalmente no Brasil pelo Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN /CNEN)

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of