OBRAS DE CONSTRUÇÃO DA SEGUNDA USINA NO EGITO MOSTRA EXPANSÃO DA GERAÇÃO NUCLEAR TAMBÉM NA ÁFRICA

egito autrdA geração nuclear de energia  está em expansão também no norte da África. Começou a  instalação do coletor de núcleo na segunda unidade da central nuclear de El Dabaa, no Egito.  A instalação do core catcher  era uma das metas de construção para 2024, mas  a sua instalação está adiantada. O coletor de núcleo de 6,1 metros de diâmetro é uma parte fundamental do sistema de segurança passiva do reator VVER-1200 – sua função é que, em caso de emergência, ele retém com segurança os fragmentos do núcleo fundido e evita a descarga para além do reator construção de contenção. O  presidente da Autoridade Egípcia de Usinas Nucleares (NPPA), Amged El-Wakeel, esteve presente na cerimônia de instalação do equipamento e disse que o progresso na construção “não é o resultado de uma coincidência, mas uma consequência dos esforços incansáveis e persistentes de todos os participantes do projeto, que trabalharam dia e noite para cumprir os principais eventos de produção. sem dedicação, tenacidade e trabalho incansável”.

O primeiro vice-diretor geral da Rosatom, Andrey Petrov, também estava presente e observou a construção quase paralela das duas primeiras unidades e disse quepetrov  “Nosso projeto continua a se desenvolver em ritmo acelerado. Até o final deste ano, planejamos lançar o primeiro concreto’ na laje de fundação da quarta unidade de energia, marcando assim o fim do período preparatório e a transição para a fase principal de construção da central nuclear El Dabaa de quatro unidades. Tudo isto é o resultado do trabalho coordenado de uma única equipa do cliente e do empreiteiro geral. “

rosatomO projeto da central nuclear de El Dabaa,  a cerca de 320 quilômetros  de Cairo,   baseia-se em contratos que entraram em vigor em dezembro de 2017. A central será composta por quatro unidades VVER-1200, como as que já estão  em operação na usina de Leningrado e nas Usinas nucleares de Novovoronezh, na Rússia, e a de Ostrovets, na BieloRússia. Os contratos com a Rosatom não são apenas só para a construção  da usina, mas também fornecerá combustível nuclear russo durante todo o seu ciclo de vida. Também ajudará os parceiros egípcios na formação de pessoal e na manutenção da fábrica durante os primeiros 10 anos de operação. A Rosatom também foi contratada para construir uma instalação especial de armazenamento e fornecer contêineres para armazenamento de combustível nuclear usado.

3
Deixe seu comentário

avatar
2 Comment threads
1 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
JoseJosé Cardoso Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
José Cardoso
Visitante
José Cardoso

Seria bom para o Egito uma hidrelétrica com água derivada da foz do Nilo e descarregada na Depressão de Qattara.

Jose
Visitante
Jose

Existem dois engenheiros brasileiros, no Egito, participando desse grande esforço de sucesso!!!

Jose
Visitante
Jose

Existem dois engenheiros brasileiros participando ativamente desse esforço de sucesso!!