OS EMIRADOS ÁRABES COMEÇAM A OPERAR O SEGUNDO REATOR DA USINA NUCLEAR DE BARAKAH

USINAA unidade 2 da usina nuclear de Barakah, nos Emirados Árabes Unidos, com quatro reatores, começou a funcionar menos de cinco meses depois de a unidade 1 (idêntica) se tornar o primeiro reator comercial no mundo árabe a entrar em operação plena. A Emirates Nuclear Energy Corporation (Enec) disse que o início do Barakah-2 destaca “o progresso significativo que está sendo feito para colocar online as quatro unidades sul-coreanas de 1.345 MW APR-1400”. A inicialização é a primeira vez que a unidade produz calor por meio da fissão nuclear.

Antes da partida, a subsidiária de operação e manutenção da Enec, Nawah Energy Company, e a Korea Electric Power Corporation, realizaram um programa de testes abrangente, disse a Enec. Ela informou que a Autoridade Federal para Regulamentação Nuclear dos Emirados Árabes Unidos e a Associação Mundial de Operadores Nucleares (WANO) confirmaram a maturidade de Nawah para operar várias unidades em Barakah. Antes de a licença de operação ser concedida para a Unidade 2, a WANO realizou uma revisão de pré-inicialização, que a Enec disse que garantiu que a planta estava alinhada com as melhores práticas internacionais na indústria de energia nuclear.

Nos próximos meses, a Unidade 2 será conectada à rede elétrica nacional e as operadoras continuarão com um processo de elevação gradual dos níveis de energia, conhecido como teste de ascensão de energia. Em março, a Nawah concluiu o carregamento de combustível na Unidade 2. A construção da planta começou em abril de 2013 e foi concluída em julho de 2020. Assim que os quatro reatores estiverem online, Barakah fornecerá cerca de 25% da eletricidade do país. A estratégia de energia dos Emirados Árabes Unidos exige 6% da energia nuclear como parte de 50% de energia limpa em 2050.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of