PERENCO RECEBEU DO IBAMA A LICENÇA PRÉVIA DA PLATAFORMA DE ARMAZENAMENTO DO CAMPO DE PARGO | Petronotícias





PERENCO RECEBEU DO IBAMA A LICENÇA PRÉVIA DA PLATAFORMA DE ARMAZENAMENTO DO CAMPO DE PARGO

fso-pargo

O navio Minerva Nike está sendo convertido no FSO Pargo, em Dubai

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) concedeu a licença prévia para a plataforma de armazenamento e escoamento da produção (FSO) do campo de Pargo, na Bacia de Campos. Além da embarcação, a licença também atesta a viabilidade ambiental do novo duto de exportação de 8? PPG-1A. A franco-britânica Perenco é responsável, desde outubro de 2019, pela produção de óleo e gás natural do Polo Pargo, sistema produtor formado pelos campos de Pargo, Vermelho e Carapeba, localizados em águas rasas da Bacia de Campos.

Hoje, o polo conta com oito plataformas. No campo de Vermelho, estão as unidades fixas PVM-1, PVM-2 e PVM-3; o Campo de Carapeba dispõe das plataformas fixas PCP 1, PCP 2 e PCP 3; no Campo de Pargo estão as plataformas PPG-1A e PPG-1B. A plataforma PPG-1A recebe e processa toda a produção de Pargo, Vermelho e Carapeba.

A partir da plataforma PPG-1A, após medição fiscal da produção, o óleo produzido no Polo Pargo é vendido e escoado para a plataforma de Garoupa (PGP-1), que pertence à Petrobras. A ideia da Perenco é instalar e operar um novo sistema para escoar, armazenar e transferir a produção de óleo do Polo Pargo de forma independente, permitindo uma redução nos custos e trazendo mais autonomia e segurança até o término das operações no polo.

O FSO Pargo será ancorado a cerca de 2,5 km de distância da plataforma PPG-1A, em profundidade média de 93 m e distante 72 km da costa do município de Campos dos Goytacazes (RJ). O oleoduto vai escoar o óleo da plataforma PPG-1A para o FSO. Atualmente, a plataforma está sendo convertida no estaleiro Drydocks World, em Dubai, a partir do casco do navio-tanque Minerva Nike.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of