PERFURAÇÃO DE POÇOS NA MARGEM EQUATORIAL DEVE SER INICIADA EM NOVEMBRO | Petronotícias





PERFURAÇÃO DE POÇOS NA MARGEM EQUATORIAL DEVE SER INICIADA EM NOVEMBRO

fernando-borges-O tão aguardado programa exploratório da Petrobrás na Foz do Amazonas, na Margem Equatorial Brasileira, deve finalmente sair do papel nos próximos meses. De acordo com o diretor de exploração e produção da companhia, Fernando Borges, a primeira perfuração na área deve acontecer em novembro, em lâmina d’água de 2.800 metros. A informação foi revelada hoje (29), durante coletiva de imprensa para detalhamento dos resultados da companhia no segundo trimestre.

O processo de licenciamento  está andando conforme previsto. Compete à Petrobrás agora demonstrar, em um simulado, que a indústria chama de ‘avaliação pré-operacional’, de que os recursos para conter qualquer vazamento são eficientes. O Ibama acompanha esse simulado e emite a licença”, contou o executivo.

O simulado citado por Borges deve ser iniciado na segunda quinzena de outubro. Para essa operação, a empresa contará com uma sonda de perfuração contratada para águas ultraprofundas e seis embarcações para apoio às operações offshore. A logística da empresa na Margem Equatorial contará ainda com três aeronaves e um avião de asa fixa para fazer o transporte de trabalhadores do Oiapoque a Macapá. A base de operações ficará no Porto de Belém.

Estamos muito confiantes em descobrir [petróleo] da mesma forma que está sendo descoberto na Guiana e no o Suriname. A ExxonMobil já está produzindo 340 mil barris por dia de petróleo. Eles têm duas unidades em produção e mais outras duas em construção. A ExxonMobil já anunciou 65 poços exploratórios nos próximos seis anos para a Guiana. Ou seja, estamos um bocado atrasados em termos de descobrir esse potencial na Margem Equatorial Brasileira”, afirmou o diretor.

Por fim, Borges lembrou ainda que a Petrobrás tem 19 blocos na Margem Equatorial, sendo que a companhia deve fazer 14 perfurações nos próximos cinco anos, com um orçamento previsto em US$ 2 bilhões. “A Petrobrás está apostando alto de que vai descobrir petróleo e ter uma nova região produtora e geradora de riqueza para a sociedade na Margem Equatorial”, concluiu.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of