PETROBRÁS LANÇA LICITAÇÃO PARA CONTRATAR O FPSO P-80, NONA UNIDADE DO CAMPO DE BÚZIOS

fpsoOs planos de desenvolvimento do mega campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, ganham novos desdobramentos. A Petrobrás acaba de lançar a licitação para contratação do nono navio-plataforma para a área. Batizada de P-80, a embarcação terá  capacidade para processar diariamente 225 mil barris de óleo e 12 milhões de m³ de gás. A unidade será contratada na modalidade EPC (engenharia, suprimento e construção), dando prosseguimento à estratégia da Petrobras de desenvolver novos projetos com plataformas próprias.

Ao lado do FPSO Almirante Tamandaré, que também será instalado em Búzios e está em fase de construção, a P-80 será a maior unidade de produção de petróleo a operar no Brasil e uma das maiores do mundo. A previsão é de que a embarcação produza seu primeiro óleo em 2026.

“A Petrobrás segue utilizando o conceito de projetos padronizados como referência para essas contratações, incorporando padronização de especificações e modelo de abordagem ao mercado. Também foram implantadas inovações como: mecanismo para tratamento e reinjeção da água produzida no reservatório; tecnologias direcionadas à redução de emissões de gases poluentes e a incorporação de sistemas que reduzem a necessidade de mergulho para inspeção do casco”, disse a estatal, em comunicado.

Atualmente, o campo de Búzios tem quatro plataformas instaladas e produzindo óleo e gás. A quinta e sexta unidades da área (FPSOs Almirante Barroso e Almirante Tamandaré) estão em construção. A sétima e a oitava (FPSOs P-78 e P-79) estão em processo de contratação, cujas obras devem parar em estaleiros coreanos.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
jonas da silva tavares Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
jonas da silva tavares
Visitante
jonas da silva tavares

por que esse general Joaquim silva e luna, não constroi as plataformas aqui nos estaleiro nacionais, os preços são paridade de preços internacionais, pra prejudicar o povo, com preços ezobirtântes, até as nossas obras vai pra Ásia gerando desemprego no Brasil, política de desmonte do trabalho, e da indústria nacional, uma ordem vinda do governo norte americano de destruir o Brasil, e o povo brasileiro, que esses hipócritas estão seguindo a risca, desde o empeachement da ex presidente Dilma !!!!