PETROBRÁS PEDE A LICENÇA DE OPERAÇÃO DO FPSO CARIOCA, QUE SERÁ INSTALADO EM SÉPIA

fpso solEnquanto a japonesa Modec finaliza os trabalhos de construção do FPSO Carioca, a Petrobrás está avançando no licenciamento do projeto. A estatal solicitou ao Ibama nos últimos dias a licença de operação do navio-plataforma, que irá produzir no campo de Sépia, na bacia de Santos.

O FPSO será instalado a cerca de 250 km da costa brasileira, em lâmina d’água de 2.140 metros, e poderá processar até 180.000 barris por dia de petróleo e 6 milhões de m³/dia de gás natural. A unidade será operada pela Modec e afretada por até 21 anos.

Na última atualização feita pela Petrobrás sobre o avanço da obra do FPSO, a estatal disse que os trabalhos estavam com mais de 88% de avanço físico. O navio deve entrar em operação já no ano que vem. O projeto contempla a interligação de até 15 poços à plataforma.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Nos últimos três anos, a Petrobrás iniciou a produção de nove plataformas e colocará em atividade outras 12 nos próximos anos. A propósito, os dois novos navios-plataformas da estatal previstos para o ano que vem, os FPSOs Carioca (Sépia) e Guanabara (Mero), estão agora com mais de 90% de avanço físico em suas respectivas obras. Inclusive, conforme noticiamos, a estatal já entrou com um pedido de licenciamento para o FPSO Carioca. […]