PRODUÇÃO DA PETROBRÁS NO TERCEIRO TRIMESTRE CAIU 6,6% NA COMPARAÇÃO COM O ANO PASSADO | Petronotícias





PRODUÇÃO DA PETROBRÁS NO TERCEIRO TRIMESTRE CAIU 6,6% NA COMPARAÇÃO COM O ANO PASSADO

sede-petrobrasA produção da Petrobrás no terceiro trimestre deste ano totalizou 2,644 milhões de barris de óleo equivalente ao dia, volume que representa uma queda de 6,6% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O número também é 0,3% menor em relação ao segundo trimestre de 2022. Os dados foram revelados no relatório trimestral de produção da companhia, divulgado na noite desta segunda-feira (24). Segundo a petroleira, o resultado foi influenciado pela entrada de novos parceiros nos campos de Atapu e Sépia, reduzindo a participação da empresa nesses ativos, com um impacto de cerca de 43 mil barris de óleo equivalente por dia.

A Petrobrás citou ainda a parada para descomissionamento e desmobilização do FPSO Capixaba, em 21 de maio, com impacto de 11 mil barris de óleo equivalente por dia. O descomissionamento da unidade faz parte do Projeto Integrado Parque das Baleias (IPB), que irá recuperar a produção da área com a transferência de poços para a plataforma P-58 e uma nova plataforma, o FPSO Maria Quitéria, com início de operação previsto para 2024. A empresa citou ainda o declínio natural de campos maduros como um fator que influenciou o resultado.

Em contrapartida, a estatal diz que os efeitos negativos foram compensados pela continuidade do ramp-up do FPSO Guanabara; pela elevada produção da P-68, nos campos de Berbigão e Sururu; e pelo menor volume de perdas com manutenções e intervenções.

Enquanto isso, a produção de derivados da Petrobrás somou 1,750 milhão de barris por dia no terceiro trimestre – queda de 9,4% na comparação com o mesmo período do ano passado; e de 1,2% em relação ao segundo trimestre de 2022. As vendas de derivados entre julho e setembro foram 4,7% superiores às do segundo trimestre, totalizando 1,798 milhão de barris por dia, com elevação da comercialização de todos os derivados, principalmente diesel e gasolina. Ainda assim, o número ficou 7,6% menor na comparação anual, por conta da venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of