RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA NEOENERGIA DESTACA INCENTIVO À ENERGIA LIMPA E AO MEIO AMBIENTE

aqaqaqA Neoenergia divulgou nesta quinta-feira (30) o seu Relatório de Sustentabilidade, com os resultados econômicos, sociais e ambientais referentes a 2019. Os investimentos somaram R$ 4,4 bilhões, um crescimento em relação aos R$ 3,8 bilhões de 2018. Até 2023, a expectativa é de que o valor chegue a R$ 30 bilhões. Os investimentos ambientais também aumentaram e chegaram a R$ 946,6 milhões em 2019. No relatório, o  CEO da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle, aponta para a manutenção da estratégia do grupo. “Seguiremos contribuindo para agregar valor a todos com os quais nos relacionamos, levando energia limpa e sustentável, esse serviço essencial, gerando dividendos sociais e atuando com ética e solidariedade, pois acreditamos que o desenvolvimento sustentável é o único caminho para um mundo melhor para as novas gerações.”

A companhia, diz o relatório,  está alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), especialmente para fornecer energia limpa e acessível (ODS 7) e atuar contra as mudanças climáticas (ODS 13). Relevantes investimentos têm sido feitos em geração de energias renováveis, com a expectativa de alcançar 90% de capacidade instalada renovável a partir da construção dos complexos eólicos de Chafariz, na Paraíba – cujas obras foram antecipadas e iniciadas em 2019 – e de Oitis, no Piauí e na Bahia – onde 96% da energia serão comercializados no mercado livre. Os 27 novos parques eólicos vão agregar 1.037,7 MW de capacidade renovável. No ano passado, foram concluídas a Usina Hidrelétrica de Baixo Iguaçu (PR) e a operação comercial em Belo Monte (PA) – em que tem 10% de participação.

O valor de mercado da Neoenergia aumentou em 59% em seis meses – desde a abertura do capital, em julho de 2019, até dezembro – chegando a R$30,2 bilhões. Houve um crescimento de 45,1% no lucro líquido, que foi de R$ 2,2 bilhões. O EBITDA (geração operacional de caixa) foi de R$ 5,7 bilhões de EBITDA, uma expansão de 25,6% no ano. A receita operacional líquida teve uma alta de 9,4% em relação a 2018, passando para R$ 28,5 bilhões.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of