RIO DE JANEIRO SERÁ PALCO DO ENCONTRO DO G20 PARA DISCUTIR A EXPANSÃO DA PRODUÇÃO DOS BIOCOMBUSTÍVEIS | Petronotícias





RIO DE JANEIRO SERÁ PALCO DO ENCONTRO DO G20 PARA DISCUTIR A EXPANSÃO DA PRODUÇÃO DOS BIOCOMBUSTÍVEIS

prefeituraO Rio de Janeiro será palco do seminário internacional “Os Países do G20 e a Diplomacia dos Biocombustíveis“, evento realizado pela Prefeitura do Rio de Janeiro em parceria com o Centro de Política Energética Global da Universidade de Columbia (CGEP), o Columbia Global Centers – Rio e o Climate Hub Rio. O encontro acontecerá no Palácio da Cidade, amanhã (23), das 9h00 às 13h00, abordando o papel dos países do G20 na expansão do mercado global de biocombustíveis e na promoção de inovação no setor. O seminário contará com participações do Ministro Mauro Vieira, das Relações Exteriores do Brasil; Lucas Padilha, coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio e presidente do Comitê Rio G20; André Corrêa do Lago, embaixador e secretário do Clima, Energia e Meio Ambiente do Ministério das Relações Exteriores do Brasil; Laís Garcia, chefe da Divisão de Energia Renovável do Itamaraty; Marco Sotelino, cônsul para Assuntos Econômicos do Consulado dos EUA no Rio de Janeiro; além do embaixador Edi Yusup, da Indonésia; e de Abhay Thakur, embaixador e vice-sherpa da Índia para o G20.

Para Lucas Padilha (foto à direita), a prefeitura consolida a sua parceria com a Universidade de Columbia no ano do G20. “A primeira universidade a ter umalucas escola dedicada às questões climáticas promove, em cooperação com instituições locais, um debate prioritário para o Brasil no G20: transição energética justa. Alguns dos maiores especialistas internacionais estarão na cidade para tratar desse tema. Os biocombustíveis conectam o Rio – a capital da energia – ao interior do Brasil, ao agronegócio, e ao mundo”, disse. Pesquisadores e acadêmicos especialistas em mudanças climáticas vêm ao Brasil para participar dos debates, incluindo Harry Verhoeven, professor e pesquisador sênior do Centro de Política Energética Global da Universidade de Columbia, e Nicolas Lippolis, pesquisador da Escola do Clima da Universidade de Columbia.

O seminário internacional tem como objetivo refletir sobre a colaboração entre os países do G20 para triplicar a produção global de biocombustíveis, visando uma trajetória consistente com o objetivo de se tornar net zero até 2050. Segundo estimativas da Agência Internacional de Energia, uma das alternativas para uma trajetória consistente com o net zero até 2050 seria triplicar a produção global de biocombustíveis – incluindo o etanol, o biodiesel e o combustível sustentável de aviação (SAF) – em relação aos níveis atuais. Essa expansão requer a criação de mercados internacionais que garantam a regularidade no suprimento de biocombustíveis, dando assim segurança aos seus produtores e consumidores.

tomatMirando esses objetivos, Brasil, EUA e Índia lançaram, durante o encontro de Cúpula do G20 no ano passado, a Aliança Global de Biocombustíveis. A iniciativa reúne 19 países e 12 organizações internacionais. A meta é estabelecer parcerias entre governos, agências internacionais e o setor empresarial para fomentar a comercialização e a inovação nos biocombustíveis, como explicou Thoma Trebat (foto à esquerda), diretor do Columbia Global Centers Rio: “No contexto complexo das relações internacionais, um evento como este, centrado na diplomacia dos biocombustíveis entre os países do G20, assume um papel de destaque. A relevância desse debate vai além da busca por energias mais limpas. É uma colaboração essencial para moldar um caminho sustentável, promover a preservação ambiental e construir alicerces robustos para as gerações futuras. Por muitas razões, o Brasil tem uma enorme responsabilidade de ser protagonista na construção dessa colaboração.”

Programa completo do Evento:

08h30 – 09h00 – Boas-vindas

09h00 – 09h30 – Abertura

  • Mauro Vieira – Ministro das Relações Exteriores do Brasil
  • Lucas Padilha – Coordenador Executivo de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio e Presidente do Comitê Rio G20
  • Thomas Trebat – Diretor do Columbia Global Centers | Rio de Janeiro

09h30 – 11h00

Painel 1: Perspectivas para a Aliança Global de Biocombustíveis

Abertura: Abhay Thakur – Embaixador, Vice-Sherpa da Índia para o G20
Moderação: Harry Verhoeven – Professor e Pesquisador Sênior do Centro de Política Energética Global da Universidade de Columbia

  • Edi Yusup – Embaixador da Indonésia no Brasil
  • Laís Garcia – Chefe da Divisão de Energia Renovável do Ministério das Relações Exteriores do Brasil
  • Marco Sotelino – Cônsul para Assuntos Econômicos do Consulado dos EUA no Rio de Janeiro
  • 11h30 – 13h00

Painel 2: Políticas para a Inovação no Setor de Biocombustíveis

tolmasAbertura: André Corrêa do Lago – Embaixador, Secretário do Clima, Energia e Meio Ambiente, Ministério das Relações Exteriores do Brasil
Moderação: Nicolas Lippolis – Pesquisador, Escola do Clima da Universidade de Columbia

  • Luciana Costa – Diretora de Infraestrutura, Transição Energética e Mudança Climática, BNDES
  • Mauricio Tolmasquim (foto à esquerda) – Diretor de Transição Energética, Petrobrás
  • Paula Kovarsky – Vice-presidente de Estratégia e Sustentabilidade, Raízen

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of