RIO DE JANEIRO SERÁ SEDE DE EVENTO INTERNACIONAL PARA FORMAÇÃO DE LÍDERES DA INDÚSTRIA NUCLEAR

DSC_0021Um novo e importante anúncio para a indústria nuclear brasileira. A diretora-geral da Associação Mundial Nuclear (WNA, na sigla em inglês), Sama Bilbao y León, anunciou que o Rio de Janeiro será a sede da edição de 2024 do World Nuclear University Summer Institute – um evento internacional para formação de novos líderes do setor nuclear mundial. A novidade foi anunciada por Sama durante a feira Nuclear Trade & Technology Exchange (NT2E), que está acontecendo nesta semana no centro de convenções Expomag, no Centro do Rio.

A colaboração internacional é a chave para liberar o potencial da energia nuclear. E para alcançar este potencial, o setor nuclear precisará de líderes nucleares que tenham a visão, os valores e a competência para moldar o futuro dessa indústria”, declarou a diretora-geral da WNA. “É por isso que estou absolutamente feliz em anunciar que o World Nuclear University Summer Institute acontecerá no Brasil no próximo ano, no verão de 2024”, acrescentou.

NT2E tem sido palco de anúncios e discussões sobre o futuro do setor nuclear brasileiro

NT2E tem sido palco de anúncios e discussões sobre o futuro do setor nuclear brasileiro

O World Nuclear University Summer Institute é um programa de grande prestígio que reúne jovens profissionais do setor nuclear de alto potencial de todo o mundo para explorar os últimos desenvolvimentos na indústria nuclear. “O Brasil é um líder na indústria nuclear na América do Sul e, portanto, é uma ótima opção para a próxima edição do World Nuclear University Summer Institute. O programa será sediado no Rio de Janeiro, que tem uma rica história de pesquisa e desenvolvimento de energia nuclear”, afirmou Sama.

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e a estatal Eletronuclear estão trabalhando em colaboração com a Associação Nuclear Mundial para a organização do evento. “Será uma excelente oportunidade para os participantes se relacionarem com seus pares para obter uma compreensão mais profunda da indústria nuclear. Os participantes poderão também desenvolver suas habilidades de liderança em um ambiente inclusivo. Estamos realmente ansiosos para dar as boas-vindas aos futuros líderes da indústria nuclear global no Brasil no WNU Summer Institute no próximo ano”, concluiu.

RIO DE JANEIRO NO CENTRO DOS DEBATES SOBRE O FUTURO DA INDÚSTRIA NUCLEAR

DSC_0107Como noticiamos, o Rio de Janeiro está recebendo nesta semana o principal evento do setor nuclear nacional – a Nuclear Trade & Technology Exchange, que está sendo organizado pela Associação Brasileira para Desenvolvimento das Atividades Nucleares (ABDAN). Além de anúncios de acordos e novidades para o setor, a NT2E está sendo palco para diversos painéis formados por importantes especialistas do segmento.

Em um desses debates, realizado ontem (3), o diretor técnico da ABDAN, Leonam Guimarães, o diretor do Nuclear Energy Institute (NEI), Ted Jones, e a diretora da French Nuclear Energy Society, Valérie Faudon, discutiram sobre o papel da geração nuclear no Brasil e no mundo ao longo dos próximos anos. O painel foi moderado pelo jornalista Alexandre Canázio. A NT2E teve ainda um painel dedicado para discutir como a energia nuclear pode ser parte da solução para a descarbonização do mundo. Os palestrantes foram o diretor-executivo da Framatome, Alexandre Honaiser, e o presidente da CNEN, Francisco Rondinelli, com moderação do jornalista Douglas Rodrigues.

A programação completa dos painéis que ainda serão realizados está disponível neste link. A feira será realizada até amanhã (5), no Centro de Convenções ExpoMag, e contará com uma programação diversificada, com palestras, painéis, workshops e rodada de negócios. As inscrições são gratuitas. Serão mais de 40 horas de conteúdo e 25 programas e painéis, com 130 moderadores, palestrantes e painelistas. A expectativa dos organizadores é receber mais de 2.500 pessoas.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of