RIO OIL & GAS 2020 TERÁ PARTICIPAÇÃO DE CEOs DE PETROLEIRAS ESTRANGEIRAS E IBP CONFIRMA EDIÇÃO HÍBRIDA EM 2021

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) –

clarissa

Presidente do IBP, Clarissa Lins

O ano será de transformações e novidades para a feira Rio Oil & Gas, que terá cerimônia de abertura na noite do próximo dia 30. O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás Natural (IBP), organizador do evento, apresentou ao mercado nesta semana um pouco da programação e das inovações desta edição, que acontecerá pela primeira vez totalmente no formato digital. Foi a solução que os organizadores escolheram para evitar o mesmo destino triste da OTC Houston 2020, que foi cancelada devido à pandemia. Mesmo para 2021, o instituto anunciou que não abandonará totalmente o ambiente digital e prepara um formato híbrido para o evento daquele ano. Além disso, a parte presencial do evento será realizada em um novo local: o Píer Mauá, no Centro do Rio de Janeiro.

A transição para o formato digital neste ano favoreceu o IBP na hora de montar seu cardápio de palestrantes e convidados internacionais. Na edição de 2020, a Rio Oil & Gas terá a estreia do CEO Talks – uma série de debates com os presidentes de Total, Equinor, Petrobrás, Ipiranga, BR Distribuidora e Raízen.

O primeiro CEO a falar durante o evento será Anders Opedal, da Equinor, que chegou recentemente ao posto após passar um período comandando o braço da empresa no Brasil. O painel será moderado pelo ex-presidente e atual conselheiro do IBP, Jorge Camargo. “Uma grande dificuldade que sempre tivemos foi trazer as grandes lideranças, que possuem agendas muito cheias. Será a primeira participação de Opedal em um evento internacional. Será interessante ouvir o novo CEO que está chegando, com a Equinor passando por uma transformação”, opinou Camargo.

Rio-Oil-Gas-1

Evento desse ano será feito exclusivamente no formato digital. Na última edição presencial, a feira reuniu mais de 40 mil pessoas

O ex-presidente do IBP também afirmou que a modalidade virtual abre a possibilidade de receber pessoas que normalmente teriam dificuldades de vir até o Brasil e acrescentou ainda que esse formato digital “veio para ficar”. O time de escalados internacionais para falar no CEO Talks tem ainda o presidente da francesa Total, Patrick Pouyanné. Em relação aos executivos brasileiros confirmados, além do presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, a Rio Oil & Gas terá debates com os líderes das principais empresas de distribuição no país: Marcelo Araújo (Ipiranga), Rafael Grisolia (BR Distribuidora) e Ricardo Mussa (Raízen).

Para 2021, o IBP já prepara mais novidades, a começar pelo formato. Saindo do ambiente totalmente digital, a Rio Oil & Gas 2021 terá atividades virtuais e também presenciais no mês de setembro daquele ano. Curioso notar que a Rio Oil & Gas, até então, era realizada a cada dois anos, intercalando com a OTC Brasil. Porém, a direção do IBP resolveu realizar um evento híbrido em 2021, já que não foi possível organizar a feira presencial em 2020 por causa da pandemia de Covid-19.

A outra mudança é o local da feira. Sai de cena o Riocentro, na Barra da Tijuca, e entra o Piér Mauá, na zona central do Rio de Janeiro. “A edição 2021 vem corroborar nossa missão, que tem dois pilares fundamentais: competitividade e sustentabilidade. Precisamos atuar para que a indústria de óleo e gás continue sendo competitiva, aceita e desejável por todos”, disse a presidente do IBP, Clarissa Lins. “Além disso, existe a questão da conexão com a sociedade. Então, a Rio Oil & Gas 2021 oferecerá uma proposta de ocupação da cidade do Rio de Janeiro. Nessa edição 2021, decidimos abraçar nossa cidade, mudando de local, se abrindo para o mar nos Armazéns do Píer”, acrescentou.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of