RIO SE PREPARA PARA SEDIAR O MAIOR EVENTO DO SETOR DE GÁS DE COZINHA DA AMÉRICA LATINA NA PRÓXIMA SEMANA | Petronotícias





RIO SE PREPARA PARA SEDIAR O MAIOR EVENTO DO SETOR DE GÁS DE COZINHA DA AMÉRICA LATINA NA PRÓXIMA SEMANA

toniatoO maior evento do setor de GLP da América Latina, o Congresso da Associação Ibero-americana de Gás Liquefeito de Petróleo (AIGLP) acontecerá entre os dias 23 e 25 de março, no hotel Windsor Oceânico, no Rio de Janeiro. O Congresso tem o objetivo de debater o setor de GLP na América Latina, apresentar as últimas novidades nas áreas técnico-operacional, regulatória e de mercado, entre outras. Simultaneamente ao evento, acontece uma feira de produtos e serviços. Profissionais de diversas empresas e órgãos governamentais do Brasil e de outros27 países participam do encontro. Entre eles, México, Turquia, Peru, Argentina, Itália, EUA, Noruega, Índia, Portugal, China, Tailândia, Espanha, Austrália e Israel. A expectativa é reunir 48 expositores, em sua tradicional feira de negócios, e cerca de 600 visitantes por dia

Para esta 35ª edição, já confirmaram presença o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rodolfo Henrique Saboia, e asaboaia diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Heloisa Borges. Integram ainda as mesas de debate o presidente da Associação e diretor de Relações Institucionais na Supergasbrás, Ricardo Tonietto, e o presidente do Sindigás, Sergio Bandeira de Mello, entre outros convidados.

De acordo com Tonietto, o Congresso é reconhecido como o evento anual ibero-americano mais importante do setor de GLP: “Um momento ímpar para se conhecer altos executivos do setor, se inteirar de novas tecnologias e fazer bons negócios com empresas líderes da indústria. Os ótimos resultados apresentados ano após ano tornam o evento mais promissor a cada edição, motivando novas empresas expositoras e atraindo maior número de visitantes. É uma grande oportunidade de visibilidade e fortalecimento do mercado.”

Nos dias 24 e 25de março, acontecerá o Energia Excepcional Stage, que é um evento técnico para promover o intercâmbio de inovações tecnológicas na indústria de GLP. Este evento que é realizado dentro da feira de exposições tem como público participante expositores, visitantes da Feira de GLP e gestores técnicos de empresas do produ gassetor.O Congresso principal será dividido em cinco blocos temáticos: Rivalidade x Concentração — Mitos e verdades no setor de GLP; Consumidor final no centro das atenções; O mercado de GLP pós-Covid-19; Programas sociais: capacidade fiscal dos países; e Infraestrutura de Abastecimento Primário — Desafios para os próximos anos. Para se inscrever e saber mais sobre o 35º Congresso da AIGLP, basta acessar o link.

De acordo com o “Panorama do GLP”, referente a 2021, o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), na América Latina, teve um consumo aproximado de 26 milhões de toneladas: 79%, por clientes residenciais e comerciais; 10%, por meio industrial; 9%, por autogás; 1% para uso químico; e 1% em refinarias. Já a produção de GLP foi de aproximadamente 15 milhões de toneladas, sendo 60% provenientes de Unidades de Processamento de Gás Natural (UPGNs) e 40% de refinarias. Os números são próximos aos de 2020, com tendência de crescimento em toda a região, à exceção de México, Cuba, Peru, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela, que tiveram leves quedas de produção. O ano de 2021 para o GLP na América Latina foi marcado pelo aumento dos preços, por conta da alta no valor de duas matérias-primas: o propano e o butano. A América Latina é autossuficiente em butano, mas carece de propano, principalmente para os usos residencial e comercial. Por isso, a região é suscetível aos movimentos do mercado global do hidrocarboneto.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of