Megabanner

SENADORES AMERICANOS PEDEM A REDUÇÃO DA IMPORTAÇÃO DE URÂNIO DA RÚSSIA EM NOME DA SEGURANÇA NACIONAL

assasasssUm grupo de senadores democratas e republicanos dos Estados Unidos  pediu que o Departamento de Comércio (DOC) estendesse o Acordo de Suspensão da Rússia (RSA), conforme recomendado pelo Grupo de Trabalho sobre Combustível Nuclear (NFWG). A carta  ao secretário assistente do Departamento de Comércio, Jeffrey Kessler, foi assinada pelo senador John Barrasso, presidente do Comitê de Meio Ambiente e Obras Públicas do Senado, e pelos senadores Martin Heinrich, Lisa Murkowski, Joe Manchin, Mike Braun, Tom Udall e Kevin Cramer, Mike Enzi, Tom Cotton e Lindsey Graham. Nela, os senadores pediram ao DOC que reduzisse as importações de urânio russo abaixo dos limites existentes. Eles disseram que isso protegerá a cadeia de suprimento de urânio natural dos EUA contra “práticas comerciais agressivas e ilegais de empresas estatais nucleares de adversários estrangeiros”.

O NFWG foi estabelecido pelo presidente Donald Trump em julho de 2019 para realizar uma análise mais completa das considerações de segurança nacional em relação a toda a cadeia de suprimentos de combustível nuclear, após uma decisão presidencial em resposta a uma petição de duas mineradoras de urânio dos Estados Unidos, Energia Fuels  e Ur-Energy, que pediam uma cota para as importações de urânio. O relatório do grupo de trabalho  que estabelece sasaddrecomendações para apoiar as capacidades estratégicas do ciclo de combustível da América e revitalizar o setor, foi publicado no mês passado.

Uma das medidas recomendadas pelo NFWG foi estender o RSA, que estabelece cotas para as importações de urânio russo para garantir que o ciclo de combustível nuclear americano  não seja materialmente prejudicado pelas importações de urânio a valores abaixo do valor justo de mercado.  O atual RSA, que foi alterado várias vezes desde o acordo original de 1992, expira este ano e está sendo analisado pelo DOC. Atualmente, estabelece um limite máximo para as importações de urânio russo em 20% do mercado americano.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of