TERMINAL DE CONTÊINERES DE SALVADOR BATE O RECORDE HISTÓRICO DE MOVIMENTAÇÃO NOS 4 PRIMEIROS MESES

aqaqaqO Terminal de Contêineres do Porto de Salvador movimentou, de janeiro a abril, 123.000 TEU (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés) em cargas de importação, exportação e cabotagem (trânsito de navios entre portos brasileiros). É o maior volume registrado no primeiro quadrimestre de toda sua história de 21 anos. O recorde também foi alcançado em abril, com a operacionalização de  33.200 TEU, motivado, principalmente, pelo recebimento das mercadorias importadas.  Comparado a abril do ano passado, o atendimento às cargas de exportação cresceu 32,3%, com maior representatividade para os segmentos de celulose e papel, pneus e pelo embarque de uva e manga do Vale do São Francisco. A cabotagem subiu 42,4%, impulsionada pelos volumes de químicos destinados à indústria, além de bebidas e materiais para a construção civil.

Nas importações, a alta foi de 13,2%, devido à uma maior demanda pelos setores de energia solar, polímeros e caixaria. Transbordo (cargas transportadasaqaqaqa entre um porto hub para outros portos de origem/destino) e a remoção aumentaram 124,4%, estimulados pela maior movimentação de polímeros, químicos e alimentos. “O novo recorde alcançado espelha o resultado dos nossos esforços para possibilitar ao Porto de Salvador manter a sua alta competitividade, a partir dos investimentos feitos em tecnologia de ponta, logística 4.0, infraestrutura e equipes especializadas, colocando-o entre os maiores operadores do país”, disse o diretor executivo do Tecon Salvador, Demir Lourenço. “São ações norteadas essencialmente pela experiência dos nossos clientes que geram o reconhecimento do mercado e nos motivam a seguir em frente, contribuindo com a economia da Bahia e de outros estados que estão em nossa área de influência”, completou.

Neste ano, o Tecon Salvador, que é uma unidade de negócios da Wilson Sons, finalizou a ampliação do berço de atracação, que passou de 377 metros para 800 metros, além da pavimentação de 30.000m² de retroárea adicionais. Com infraestrutura de primeira linha e logística 4.0, o terminal dispõe dos mais modernos equipamentos presentes na atividade portuária mundial, que inclui 3 STS New Panamax, 3 Super Post-Panamax, 3 STS Panamax e 16 RTGs elétricos.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of