TRANSPETRO ESTÁ DE FORA DOS PLANOS DE DESINVESTIMENTOS DA PETROBRÁS

diretor-Andr_-Chiarini190x310pxNem tudo é queima de estoque na Petrobrás. A Transpetro, ao menos, está de fora dos planos de desinvestimento da estatal. A informação foi confirmada na tarde de hoje (31) pela diretoria da companhia, em entrevista coletiva online. A alegação é que a subsidiária tem uma importância grande dentro da parte logística da petroleira. A Petrobrás diz ainda que quer imprimir uma agenda transformadora dentro da Transpetro.

A Transpetro não está no plano de desinvestimento e não será incluída. Ponto”, disse o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, bem econômico na fala. Coube ao diretor executivo de Logística, André Barreto Chiarini (foto), detalhar um pouco mais sobre o futuro da Transpetro.

“De fato, não há qualquer perspectiva de entrada da Transpetro nos planos de desinvestimento. Não está em discussão. A Transpetro desempenhou um papel fundamental na nossa resposta a essa crise. Exerce papel crítico na execução operacional do nosso planejamento logístico, que é um trabalho de integrar os times de comercial, logística, exploração, produção e refino”, destacou Chiarini.

Sobre a agenda transformadora da Transpetro, o diretor explicou que o objetivo é reposicionar a empresa no mercado, tornando-a vez mais competitiva. “Isso passa por uma renovação completa da diretoria. Desde o início de 2020 estamos buscando renovar a diretoria e otimizar a estrutura gerencial, buscando redução de custos”, afirmou. Chiarini ainda lembrou que a idade média da frota de navios da Transpetro foi reduzida de 13,6 anos para 7,7 anos. “E já elevamos em maio o patamar de índice de disponibilidade da frota para 99%”, concluiu.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
luciano Seixas Chagas
Visitante
luciano Seixas Chagas

Palavras sempre são desmentidas por fatos ou não?
Ativos de pré e pós sal lucrativos não seriam vendidos. Já venderam Lapa, Maromba, Carcará e alguns campos do pós sal com produção declinante porém lucrativos se novos investimentos fossem feitos. Além disso venderam dutos NTS e TAG, além da distribuidora, todos ativos rentáveis. E por preço de banana podre. Venderam ativos de perfuração e de produção como sucata a preço de sucata pois propositadamente perderam a serventia. Estes são fatos que desmentem as promessas e palavras. Vocês já mentiram antes e, pelo histórico, estão mentindo agora. É tautológico.