TRANSPORTADORES DE COMBUSTÍVEL FAZEM PARALISAÇÃO NESTA QUINTA-FEIRA EM DIFERENTES ESTADOS DO PAÍS

greve-mg

Manifestações de caminhoneiros em Minas Gerais

Desde o início da madrugada de hoje (21), a categoria de caminhoneiros transportadores de combustíveis cruzou os braços em alguns estados do país. O movimento grevista da classe reivindica, entre outras coisas, a redução do valor dos combustíveis, a revisão da política de preços da Petrobrás e a diminuição de impostos sobre os derivados. No Rio de Janeiro, o movimento acontece nas bases de abastecimento de Campos Elíseos, em Duque de Caxias, perto da Reduc (Refinaria de Duque de Caxias).

Segundo o Sindcomb (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro), um movimento de tanqueiros está impedindo a entrada de caminhões nas bases de abastecimento. Portas foram fechadas para evitar tumultos e depredações, de acordo com a entidade.

Os postos do Rio seguem aguardando a normalização das entregas para poderem atender a sua clientela até o fim de semana”, disse o Sindcomb, em comunicado divulgado em seu site. O sindicato declarou ainda que caminhões-tanque estão conseguindo entrar nas bases de distribuição, escoltados pela Polícia Militar, para fazer, exclusivamente, o carregamento das empresas de ônibus da cidade.

Em Minas Gerais, os motoristas também aderiram ao movimento. Segundo o Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do estado (Sinditanque-MG), cerca de 800 caminhões estão fora de operação. O movimento grevista em Minas Gerais organiza uma concentração de caminhoneiros na porta da BR Distribuidora, ao lado da Refinaria Gabriel Passos (Regap). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, não há bloqueio de rodovias. Os tanqueiros de São Paulo também cruzaram os braços. Há ainda relatos não confirmados de paralisações em outros estados, como Goiás, Bahia e Espírito Santo.

LEIA MAIS: Abastecimento no Rio é normalizado, mas greve ganha força em Minas Gerais

PRESIDENTE BOLSONARO FALA EM AUXÍLIO PARA CAMINHONEIROS

bosonaro-peEnquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante um evento em Sertânia (PE), que o governo deverá criar um auxílio para caminhoneiros autônomos, de forma a compensar o aumento do preço do óleo diesel.

“Os números serão apresentados nos próximos dias. Nós vamos atender aos caminhoneiros autônomos. Em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do diesel. Fazemos isso porque é através deles [caminhoneiros] que as mercadorias, os alimentos, chegam aos quatro cantos do país”, disse Bolsonaro.

Além do movimento desta quinta-feira, uma greve geral de caminhoneiros foi marcada para o próximo dia 1º. O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e a Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) aprovaram nos últimos dias o estado de greve da categoria. Entre as pautas de reivindicações, estão a redução do preço do diesel e a revisão da política de preços da Petrobrás.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e sindicatos filiados emitiram uma nota na tarde de hoje para prestar apoio ao movimento grevista. A entidade considera “a paralisação dos caminhoneiros, transportadores de combustíveis, justa e legítima, uma vez que a mobilização da categoria vai contra os preços abusivos do óleo diesel, da gasolina, e do etanol, com seus impactos diretos e nefastos sobre a inflação e o custo de vida do cidadão brasileiro”.

2
Deixe seu comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
JuraciThiago Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Thiago
Visitante
Thiago

Bolsonaro tá querendo dar migalhas e esmola para a classe. Vamos parar até que ele entenda que não somos palhaços.

Juraci
Visitante
Juraci

Quem disse que o bozo vai dar esse auxílio, ele quer que os caminhoneiros não parem depois ele vai dizer que o Brasil pode quebrar e vai ficar enrolando como fez das outras vezes só parando mesmo é que ele toma uma decisão favorável a classe