UCRÂNIA USA DEZENAS DE DRONES COM EXPLOSIVOS CONTRA UMA REFINARIA E ALVOS DO SISTEMA ELÉTRICO DA RÚSSIA | Petronotícias





UCRÂNIA USA DEZENAS DE DRONES COM EXPLOSIVOS CONTRA UMA REFINARIA E ALVOS DO SISTEMA ELÉTRICO DA RÚSSIA

explosaoUma terça-feira de sangue na Rússia. Um dia depois dos ataques de mísseis contra cidades da Ucrânia, drones ucranianos armados com explosivos, em uma onda de ataques noturnos e ao amanhecer, atingiram refinarias de petróleo e alvos de infraestrutura de rede elétrica em cinco regiões ocidentais da Rússia, incendiando uma usina de processamento de combustível e estações transformadoras em duas delas, segundo reportagens da imprensa russa. Os ataques mais violentos parecem ter ocorrido na região russa de Volgogrado, a mais de 500 quilômetros (310 milhas) de distância do território controlado pela Ucrânia, perto da cidade de Kalach-Na-Donu, onde drones de ataque ucranianos atingiram uma planta de processamento e armazenamento de combustível, provocando um grande incêndio. Um vídeo, possivelmente gravado por um trabalhador da usina e carregado nas redes sociais locais, mostrou aviões de hélice em movimento lento zumbindo em direção à usina em baixa altitude logo após o nascer do sol, antes de mergulhar e explodir nas dependências da refinaria. Nessas imagens, nenhum fogo antiaéreo russo ou lançamentos de mísseis eram visíveis. Algumas narrações em gravações carregadas nas redes sociais locais declararam que pelo menos sete aeronaves atingiram a usina com sucesso.

A plataforma de notícias local VolgogradOnline ofereceu cobertura intensa e detalhada dos ataques. De acordo com essa fonte, os drones ucranianos se aproximaram daexplo drones usina pela primeira vez por volta das 4 da manhã e os moradores ouviram repetidas explosões de impactos de drones ou detonações de combustível nas duas horas seguintes. Não foram relatadas vítimas. Os ataques de drones provocaram incêndios em pelo menos dois reservatórios de gasolina na usina e, até o meio-dia de hoje(9), mas  os bombeiros ainda estão combatendo outros focos de  incêndio.

Imagens de alguns drones kamikaze combinavam com a silhueta do UJ-26 Bobr (Beaver) desenvolvido pela Ucrânia. De acordo com fontes abertas, a aeronave desenvolvida domesticamente pode carregar uma ogiva pesando até 20 quilos e voar em uma direção até 1.000 quilômetros. Algumas imagens geolocalizadas mostraram aeronaves visivelmente diferentes do UJ-26 operando nas proximidades. A grande mídia ucraniana deu amplo crédito aos agentes da agência nacional de inteligência, a SBU, e da agência de inteligência do exército, HUR, pela execução dos ataques. A refinaria de explo fumaçaKalach-Na-Donu é uma importante instalação de carregamento para navios-tanque russos que transportam petróleo para exportação de docas ribeirinhas para o Mar Negro, através do Canal Volga-Don.

Em outro lugar no Oblast de Volgogrado, pelo menos um drone atingiu uma subestação de energia perto da cidade de Frolovo. Esse ataque provocou um incêndio que foi rapidamente apagado, mas houve cortes de energia em toda a região, informou a plataforma de notícias local Eto Rostov. A mídia noticiosa relatou amplamente que o aeroporto de Volgogrado havia fechado, deixando centenas de viajantes presos. Na região de Rostov, no extremo sudoeste da Rússia, de acordo com fontes do Kremlin, as defesas aéreas locais abateram 21 drones ucranianos que se aproximavam. Não houve declaração oficial sobre quantos conseguiram passar. As mídias sociais relataram que os ataques com drones começaram às 2 da manhã. Foram relatados apagões locais. A situação de energia na região foi piorada por um desligamento automático de geradores na estação hidrelétrica de Novocherkassk, manutenção planejada de um reator na estação de energia nuclear de Rostov, uso intenso de condicionadores de ar pelo consumidor.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of