EMPRESAS OPERADORAS DO MAR DO NORTE ESTÃO NA EXPECTATIVA DE UMA GREVE DE PETROLEIROS QUE AMEAÇA PARAR A PRODUÇÃO

Plataforma da Total no Mar do NorteAs operadoras de petróleo que trabalham no Mar do Norte estão na expectativa de dias agitados por paralisações de petroleiros que trabalham na região, depois que eles votaram pela greve por causa de empregos, salários e condições de trabalho. A Unite disse que cerca de 1.400 de seus membros em várias empresas que operam na Plataforma Continental do Reino Unido estão envolvidos na disputa. O sindicato alertou que as plataformas e instalações offshore ficarão sem operar devido às funções especializadas que seus membros desempenham. O secretário-geral da Unite, Sharon Graham, disse: “As empresas de petróleo e gás receberam enormes lucros inesperados no Mar do Norte. Cerca de 1.400 trabalhadores offshore estão agora prontos para entrar em greve contra esses empregadores que estão arrecadando, mas se recusando a dar a eles uma parte justa do bolo. Isso criará um tsunami de agitação industrial no setor offshore. A Unite apoiará esses membros em cada etapa de sua luta por melhores empregos, salários e condições”.

A greve inclui técnicos, eletricistas , pessoal de produção, mecânicos, além de tripulação de convés, andaimes, operadores de guindastes, encanadores: “Não há dúvida de que isso está diretamente ligado a empresas de petróleo e gás colhendo lucros recordes enquanto a força de trabalho recebe restos da mesa”, disseram os dirigentes da Unite. “Agora, essas grandes empresas globais devem enfrentar as consequências, já que dezenas de plataformas offshore serão paralisadas em questão de semanas”.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of