EQUINOR INICIA PRODUÇÃO DE NOVO CAMPO NO MAR DO NORTE COM QUATRO MESES DE ANTECEDÊNCIA

5565d96cbdc8c98f76526a0c5e69e22ce5f19cc4-2560x1440A Equinor anunciou que a produção do campo petrolífero de Breidablikk, no Mar do Norte, quatro meses antes do previsto e dentro do orçamento. Ligado à plataforma Grane, o campo submarino contém quase 200 milhões de barris de petróleo recuperável. A Equinor é a operadora do ativo, em consórcio com as empresas Petoro, Vår Energi e ConocoPhillips. O novo campo será operado em conjunto com o campo Grane.

O projeto é altamente lucrativo, fornece volumes importantes ao mercado e criará grande valor para a sociedade norueguesa e para os proprietários. Quase cinco milhões de horas de trabalho foram gastas no projeto“, disse o vice-presidente executivo de projetos, compras e perfuração da Equinor, Geir Tungesvik (foto à direita).

42da1dd60b2412d9592257e43a241fbaaaa63c3a-6048x4024Quando o plano de desenvolvimento e operação (PDO) foi apresentado em setembro de 2020, a produção de Breidablikk estava prevista para começar no primeiro semestre de 2024, com pré-perfuração e conclusão de cinco poços. Agora, já foram perfurados oito poços, e a perfuração de poços adicionais continuará no campo até o final de 2025.

Breidablikk está sendo desenvolvido com 22 poços submarinos perfurados. Dutos e cabos foram instalados entre a instalação submarina e a plataforma Grane, que foi modificada para receber o fluxo dos poços. O projeto teve grandes efeitos em cascata para a cadeia de fornecimento da Noruega. Mais de 90% do valor do contrato foi para fornecedores do país.

5e897519b1dd02f702ade66d55695f31b3cc8655-6048x4024O campo de Breidablikk pode ajudar a prolongar a vida produtiva e os cerca de 1000 empregos associados à operação do campo de Grane até 2060. Ao utilizar a infra-estrutura existente tanto offshore como onshore, este é um desenvolvimento com boa relação custo-benefício. No pico, espera-se que a Breidablikk envie até 60 mil barris por dia para o mercado diariamente, principalmente para a Europa“, disse o vice-presidente executivo de Exploração e Produção da Equinor na Noruega, Kjetil Hove (foto à esquerda).

O petróleo de Breidablikk é processado em Grane e enviado para terra por oleoduto até o terminal de Sture em Øygarden. O petróleo representará cerca de 15% das exportações de Sture nos próximos anos. O novo campo será operado em conjunto com o campo Grane pela organização Equinor em Sandsli, em Bergen.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of