TURQUIA E O AZERBAIJÃO INICIAM A CONSTRUÇÃO DE UM GASODUTO ENTRE OS DOIS PAÍSES | Petronotícias





TURQUIA E O AZERBAIJÃO INICIAM A CONSTRUÇÃO DE UM GASODUTO ENTRE OS DOIS PAÍSES

PRESIDENTESO Azerbaijão e a Turquia iniciaram a construção do gasoduto que já estava planejado há muito tempo para ligar a rede de gás da Turquia ao gasoduto do Azerbaijão. A construção foi formalmente lançada numa cerimônia com a presença do presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, e do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois assinaram também acordos sobre energia, transportes e habitação pública. O novo gasoduto, que está a ser construído deverá estar concluído até ao final de 2024, percorrerá 80 km dentro da Turquia até à fronteira  e depois por mais 17,5 km dentro da cidade Nakhchivan. Uma vez concluída, a linha permitirá ao Azerbaijão abastecer Nakhchivan com o seu próprio gás fornecido através da Turquia, acabando com a dependência do gás iraniano importado diretamente através de um gasoduto separado do Irã. A demanda anual de gás de Nakhchivan é estimada em cerca de 500 milhões de metros cúbicos por ano.  O gasoduto de 16 polegadas que está sendo construído terá uma capacidade de cerca de 2 milhões de metros cúbicos por dia, ou cerca de 730 milhões de metros cúbicos por ano.

O gasoduto Turquia-Nakhchivan, seja ou não expandido, já oferece algum potencial para o comércio regional de gás, o que poderia potencialmente expandir asMAPAS exportações de gás através da Turquia para a Europa. Embora aparentemente concebidos para fornecer gás do Azerbaijão a Nakhchivan, em vez do gás iraniano que  utiliza atualmente, os gasodutos podem ser construídos para operar em duas direções. O gasoduto também poderia simplesmente oferecer o fornecimento de gás do Azerbaijão como concorrência ao gás iraniano, encorajando Teerã a baixar os seus preços em troca de ser autorizado a transitar o seu gás através de Nakhchivan para a Turquia. A Turquia já importa gás iraniano através de um contrato de longo prazo, mas está interessada em encontrar novas fontes de gás para ser comercializado no centro de comércio de gás de Ancara, no noroeste da Turquia, tanto para venda no mercado turco como para trânsito através da rede  existente da Turquia para a Europa.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of