BORIS JOHNSON QUER FLEXIBILIZAR A CONTRATAÇÃO DE MOTORISTAS DE CAMINHÕES NO REINO UNIDO PARA NORMALIZAR ABASTECIMENTO

caminhõesAinda é série a crise de desabastecimento de combustível nos postos do Reino Unido, com reflexos nos supermercados. O grande número de motoristas que conseguiram compram combustível forçaram vários postos a colocar limites nas bombas ou fechar pátios de entrada todos juntos. Embora não haja escassez de gasolina em todo o país, a falta de motoristas para a entrega dos produtos, juntamente com a demanda sem precedentes, tem causado problemas sérios em todo o Reino Unido. O pânico gerou filas enormes nos postos de gasolina em todo o Reino Unido, com alguns motoristas esperando horas para abastecer. A “escassez de combustível” também não mostra sinais de parar, com especialistas do setor alertando que pode durar até o inverno.

Não há falta de gasolina, mas sim de motoristas de carretas para transportar o combustível dos terminais para os pátios de entrada. Embora existam problemasboris crônicos em todo o país com pessoas em pânico que compram gasolina, não parece que o problema será resolvido tão cedo. A escassez e os problemas de fornecimento podem permanecer por meses, especialmente no período que antecede o Natal, pois é o período de pico da demanda por transportadores. A BP concordou com isso e disse que espera que os estoques de combustível nos pátios de entrada se estabilizem em breve e comecem a reconstruir em algum momento de outubro. O primeiro-ministro britânico Boris Johnson (foto à direita) concordou em afrouxar temporariamente as regras de imigração para que os motoristas estrangeiros de veículos pesados de mercadorias possam trabalhar na Grã-Bretanha para ajudar na crise.

O exército do Reino Unido está oficialmente de prontidão para ajudar na atual crise de combustível. Cerca de 150 motoristas foram colocados em “estado de prontidão”. O secretário de negócios, Kwasi Kwarteng, disse que o  “número limitado POSTO TESCOde motoristas militares de carretas de abastecimento de combustível  a serem colocados em estado de prontidão e implantados, se necessário, para estabilizar ainda mais a cadeia de abastecimento de combustível, pode não ser suficiente.” Kwasi Kwarteng comentou sobre a decisão de colocar o Exército de prontidão. Ele disse que embora a indústria de combustíveis espere que a demanda retorne aos níveis normais nos próximos dias. “O Reino Unido continua a ter grandes suprimentos deMERCADO combustível, no entanto, estamos cientes dos problemas da cadeia de suprimentos nos pátios dos postos de combustível e estamos tomando medidas para amenizá-los como uma questão de prioridade. Se necessário, o destacamento de militares fornecerá capacidade adicional à cadeia de abastecimento como uma medida temporária para ajudar a aliviar as pressões causadas por picos na demanda localizada de combustível”, declarou.

refinariaE para piorar as coisas, a segunda maior refinaria de petróleo da Grã-Bretanha pode estar à beira do colapso. Os diretores da refinaria de petróleo de Stanlow, em Ellesmere Port, estão em negociações crise com o governo  sobre um atraso no pagamento de impostos  de quase US$ 500 milhões. A refinaria tem que começar a pagar seus impostos esta semana, a menos que consiga chegar a um acordo. A refinaria de petróleo está em crise desde o início da pandemia.  Ela é de  propriedade dos irmãos bilionários Shashi e Ravi Ruia, que a controlam por meio de sua empresa Essar Oil UK.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of