SÓ ESTALEIROS COREANOS APRESENTAM PROPOSTAS PARA CONSTRUIR AS PLATAFORMAS P-78 E P-79 PARA O CAMPO DE BÚZIOS

gttgtgtgtgO presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, prometeu e vai cumprir: as duas plataformas do Campo de Búzios, a P-78 e P-79, realmente vão criar os empregos da indústria naval no exterior. E bem longe do Brasil. O destino dos FPSOs será a Coreia do Sul. A Petrobrás abriu hoje os envelopes com as propostas e deve confirmar o nomes dos dois vencedores da licitação. Aliás, apenas três únicos estaleiros apresentaram propostas e participaram da disputa. Os três são da Coréia do Sul: Daewoo, Samsumg e Keppel (Hyundai).

Veja os preços apresentados e o nome dos dois possíveis vencedores:

1º Keppel (Hyndai) – R$ 12.521.821.104,00

2º Daewoo – R$ 14.107.992.912,00

3º Samsung – R$ 15.146.522.280,35

Estranhou-se que outras grandes empresas não terem participado. Sabe-se que os desafios são enormes. A primeira razão é a que a licitação é em formato Turn Key. As empresas coreanas pegarão a engenharia da Petrobrás e executarão apenas o projeto. É mais um trabalho puramente de estaleiro. Nas outras licitações tinham o design e a engenharia das empresas que concorriam. Desta vez, as empresas chinesas não foram convidadas.

O grande desafio desse projeto, na forma com a Petrobrás elaborou, são os mesmo usados nos projetos da Cessão Onerosa e dos Replicantes. Projetos em que as empresas que se envolveram perderam muito dinheiro. E muito não por causa de performance ruim, mas de mudanças na engenharia e no projeto feitos pela Petrobrás que, aí sim, comprometeram as performances das empresas que estavam participando. Foram muitas mudanças na engenharia no design. Depois que se compra os equipamentos e mudam, não há retorno. É prejuízo garantido. E nada garante que isso não acontecerá de novo.

As empresas que venceram a licitação nunca fizeram um projeto no Brasil. Os chineses que já fizeram, amargaram. As de Singapura, a mesma coisa. Agora chegou a vez dos coreanos serem submetidos à estas mudanças, já sabendo que a Petrobrás não aceitará pleitos. Vamos ver o que acontecerá. O certo é que a Petrobrás, como já dissemos, não está nem aí para os milhões de desempregados que o Brasil abriga. Para a companhia parece certo criar milhares de empregos no exterior do que proporcionar o desenvolvimento da indústria naval nacional.

6
Deixe seu comentário

avatar
5 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Flavio OliveiraGilbertoEustaquioRalfo PenteadoRedação Petronotícias Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
José Carlos lima
Visitante
José Carlos lima

Se dá prejuízo porque vcs ficam criticando que o serviço vai pra fora. Querem que o prejuízo seja das empresas daqui?

Ralfo Penteado
Visitante
Ralfo Penteado

Melhor que xinês. Mas porque não no Brasil ? Pirata ca$tello da Petrobrás, o importador de derivados (✓u$…)no país das refinarias ociosas. Filhote de guede$ boy ?

Eustaquio
Visitante
Eustaquio

Na verdade vocês só ouvem e repassam parte da história …
Sao joint ventures con empresas brasileiras.
Keppel / BrasFELS : Hyundai
Samsung / TOYO / EBR

Os estaleiro coreanos construirão os cascos casaria , etc
E parte de suprimentos, engenharia e construção dos módulos serão feitos no Brasil

Gilberto
Visitante
Gilberto

Se realmente só os cascos fossem construidos la, estaria ótimo.
Mas todos sabem que apenas 2 ou 3 módulos topside seram feitos aqui. Essa conversa mole de que o Petróleo é NOSSO não cola mais, Petrobras só tem gastos desnecessários e salários altos. Quem trabalha em unidades petro sabe bem dos desperdícios com matérias que simplesmente são deixados a bordo para maresia corroer, sabe bem que seus funcionários não produzem quase nada.

Flavio Oliveira
Visitante
Flavio Oliveira

Os empresários Brasileiros já estão escaldados, não temos folego financeiro para obras deste porte, botar preço é muito difícil, resta majorar se baseando nos valores dos Replicantes e apostar nos aditivos. As Empreiteiras daqui, só entregam com prejuízo porque tem que pagar o financiamento no banco, para que o prejuízo não seja maior. já estas empresas asiatísticas, subsidiadas por seus governos, só entregam quando a Petrobras pagar o quanto eles ACHAM que a Petrobras deve para não ter prejuízo , ai a Petrobras acaba pagando pois senão o prejuízo dela passa ser pelo atraso no inicio de produção, que é… Read more »